SEJA UM PATO, ISTO MESMO, SEJA UM PATO.

Novamente estamos vislumbrando e homenageando a quem tem o dom, o desejo e a determinação de colocar-nos boas palavras e ideias claras. Esta vez localizamos o texto de Débora Alcântara no Linkedin e aqui estamos reproduzindo-o como forma de dizer a ela e a todos que este é o profissional que o mercado necessita. Obrigado Débora por compartilhar conosco este material.

Se você fosse escolher um animal para te representar, qual seria? Talvez uma águia? O principal modelo de superação e autoridade. Um leão? Que representa poder e prosperidade. Ou quem sabe uma coruja? Arquétipo de crescimento, realização, sabedoria e visão.

Para escolher o meu animal, logo pensei em um golfinho, pois me identifico com suas características comunicativas e sociáveis. São animais que se desenvolvem em ambientes hostis e estão sempre atentos à mudanças. Sem falar que o golfinho é o símbolo das Relações Públicas, minha formação e atividade pela qual sou apaixonada.

Mas, sem dúvidas, o que me representa é o pato. Sua sabedoria não está ligada a sua aparência ou crenças criadas por nós, humanos. Para começar, o pato é multipotencial e um dos animais mais completos da natureza. Um bicho curioso, dotado de uma capacidade de aprender a fazer de tudo um pouco.

Alguns consumam dizer que ser como um pato é ter muitas habilidades, porém, apesar de executá-las com competência, não é capaz de executar nenhuma com perfeição. E é justamente neste ponto julgado de uma maneira depreciativa que enxergo uma capacidade incrível.

A maioria dos patos nada, voa, caminha. Não importa se eles não “esbanjam formosidade”, algumas espécies são capazes de voar até 530 km em apenas um dia.

Exatamente como o lema da Sheryl Sandberg, diretora de operações do Facebook: “Feito é melhor que perfeito”. O pato não se importa se é o mais talentoso, ele realiza.

Eles são desses animais que conquistaram o mundo, pois estão presentes em todos os continentes – exceto na inóspita Antártida.

Algumas espécies dessas aves migratórias, são capazes de atravessar distâncias de milhares de quilômetros todos os anos em seus deslocamentos. Outra habilidade incrível é a sua rápida capacidade de identificar se um ambiente não é ideal para o desenvolvimento da espécie. É algo como:

Tentamos. Testamos. Não deu certo aqui. Vamos migrar!

Patos não tem medo de fazer uma nova jornada do zero, se for necessário. Por isso são corajosos, persistentes, resilientes, versáteis e identificam rápido um “erro” para logo corrigi-lo. Se isso não é empreender, eu não sei o que é.

Essa capacidade de adaptação rápida é uma habilidade que devemos buscar desenvolver nessa era onde tudo se modifica com velocidade e intensidade. Carregar aquele vestígio da era industrial com um pensamento “isso não é minha função”, não funciona.

Pensa que acabou? Eles ainda nos ensinam sobre liderança e equipe. Primeiro, não pensam que são capazes de vencer sozinhos, eles entendem a força da colaboração e durante os voos utilizam a formação em “V” que os ajuda a economizar energia. Aqueles que vão na frente reduzem a resistência do ar para os outros. Sabem, intuitivamente para onde ir, e possuem um enorme senso de direção e de comunidade.

Também nós mostram a importância da gestão compartilhada: quando o líder precisa de uma pausa, outro pato proativamente lidera o grupo.

E pasme! É o único animal que consegue manter metade do cérebro desligado e a outra metade em alerta ao dormir.

Em resumo, o pato tem todas as características que um empreendedor precisa ter: coragem, versatilidade, resiliência, liderança e visão holística. E ser multipotencial, na verdade é o seu maior atributo de diferenciação.

Acredito que buscar conhecimento além da sua área, é essencial para quem deseja tirar uma ideia do papel e tornar seu sonho realidade. Inclusive, já aprofundei este tema neste artigo.

Por isso enxergo o pato um animal de poder e suas características são exatamente as que eu necessito desenvolver, aprender e manifestar na minha jornada como empreendedora.

Eu escolho ser um PATO.

O pato evoca a imagem da busca por um caminho com a preciosa ajuda da intuição aguçada. Em constante movimento.

Pedro Moacir Joazeiro

Sobre Pedro Moacir Joazeiro

O Pedro por essência é um empreendedor, com formação em eletrônica, fundou sua empresa com 23 anos (e lá se vão quase 30 anos de casa). Possui profundo conhecimento das demandas de Clientes de softwares de Gestão Empresarial brasileiros (ERP´s), e as expectativas destes clientes quanto a serviços, produtos e padrões de atendimento na pré e pós-implantação destes. Conhecimentos adquiridos por mais de 30 anos como profissional/empresário da área de Tecnologia da Informação e foco na indústria. Possui qualidades organizacionais e capacidade para liderar equipes de trabalhos e suas relações, tanto com a carteira de Clientes, sincronizando necessidades e gerenciando sinergias entre as áreas operacionais do negócio e o Cliente quanto equipes dos clientes ao oferecer soluções para as organizações industriais em todas as áreas de gestão do negócio. Adquiriu conhecimentos avançados em análise de sistemas computacionais diante da atuação direta na liderança da equipe de desenvolvimento do ERP Integrum, especialmente nos últimos 12 anos.